Skip to main content
10 sintomas ciúmes doentio

Ciúmes doentio: Os 10 sintomas da possessividade

Ciúmes doentio
 
 
 
 
A existência do ciúme é multifatorial. Cada caso de ciúme doentio deve ser analisado separadamente. No entanto a insegurança cultivada pela baixa estima, aliada a experiência de relacionamentos ruins, é o principal motivo do ciúme nos relacionamentos.
 
            Um detalhe importante é saber que todociumento exagerado é visível no início da relação, mas a paixão nos faz enxergar aquele “ciuminho” como um charme, uma coisa bonitinha…  Uma manifestação de amor, etc. Cuidado e muita calma nessa hora! Abaixo listo dez características de comportamento que lhe ajudarão identificar um caso de ciúme possessivo. Atente para os sintomas:
 
01 – Você é a única razão de viver dele(a). É melhor morrer do que viver sem você (essa frase deve ser considerada junto com as demais características);
 
02 – Ligações constantes sem motivos ou motivos muito fúteis que geralmente são utilizados para esconder anecessidade de monitoramento;
 
03 – Necessidade de controlar tudo, saber de tudo, querer dominar tudo que você faz ou vive, não deixando espaço para sua vida pessoal, desejos e afinidades. Nesses casos a pessoa inventa desculpas para frequentar o maior número de ambientes e atividades que você, ou te fazer desistir dos que ela não pode acompanhar;
 
04 – Você vai aonde eu for ou se eu for com você, caso contrário os dois não vão para lugar nenhum. Cuidado! Inicialmente parece algo normal, mas com o tempo isso se torna cansativo, manipulador e opressivo;
 
05 – Você é frequentemente visto e citado como “propriedade” (você é meu / você é minha) e o “amor” é apenas uma forma de justificar isso. Apesar das manifestações de carinho e afeto, declarações, etc. Você na verdade é aquilo que representa o símbolo de segurança emocional e autoestima para o outro. Toda afetividade, geralmente representa um cuidado consigo mesmo(a), transferindo o valor que deveria existir em si próprio para o outro. Esse é o motivo de tanta possessão;
 
06 – O ciumento exagerado antecipa situações de “risco”.É capaz de planejar estratégias de monitoramento muito antes do que você imagina. Sabe aquele encontro com os amigos(as) que você pretende ir mês que vem? Se a pessoa ciumenta souber e não puder lhe acompanhar, dará um jeito de cancelar essa reunião (para você) sem ao menos você perceber que foi tudo armação dela(e);
 
07 – A pessoa ciumenta é frequentemente ansioso(a), precisando sempre estar em “movimento”, com foco num evento futuro ou mesmo numa inquietação desconhecida por ele mesmo(a). Essa característica está possivelmente associada à insegurança e baixa estima;
 
08 – O ciumento pode ser “escandaloso” (histérico) ou introvertido (tímido). O primeiro é aquele que chama atenção para os demais, fazendo uso do “escândalo” como ferramenta de intimidação, para que você “crie vergonha na cara” (risos). O segundo é aquele que chama a sua atenção com chantagens emocionais, lamentos e palavras de autopiedade, no fim de que você tenha “compaixão” e dê “valor” aos seus sentimentos.
 
09 – O ciumento exagerado é tão sociável quanto antissocial. Tudo depende do que irá lhe trazer mais segurança. Se for necessário criar vínculos fictícios com outras pessoas, apenas para se manter perto de você, assim o fará. Da mesma forma poderá fazer uso de um comportamento antissocial apenas parar lhe afastar de situações (pessoas) que representam ameaça para ele(a);
 
10 – Finalmente, quem sofre de ciúme precisa de ajuda e compreensão, e não de “pena” ou ignorância. Não confunda as coisas. Relacionamento amoroso não deve servir de “muleta” emocional para a vida de ninguém. O que parece ajudar, na realidade, piora quando o relacionamento se torna insustentável e passa a ser traumático. Se você é uma pessoa que passa por esse tipo de situação, converse com alguém que pode te ajudar a compreender e superar esse problema. Quanto antes, melhor!
 
Opinião Crítica
 
 
Psicóloga Daniela Carneiro
www.danielacarneiro.com
9.7670-2066
 

Psicóloga Daniela Carneiro

Psicóloga Clínica natural de Minas Gerais, com especialização em Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes pela Universidade de São Paulo - USP/ graduada em Psicologia pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo - UNISAL. Atualmente realizando Atendimentos Psicológicos em São Paulo/ SP. Atuação há 15 anos em Psicoterapia Clínica ( grupo/ individual e casal), em programa psicossocial direcionado a famílias, programa de saúde mental e sócio-educativo.

2 comentários em “Ciúmes doentio: Os 10 sintomas da possessividade

  1. minha companheira, é ciumenta ao extremo, tem ciumes de televisão, tem ciumes de paginas de relacionamentos.. enfim… chega ao cumulo de sentir ciumes pela própria imaginação dela, algo do tipo " se vc chega em casa 15 mint depois do horario costumeiro, vc estava paquerando alguem, se vc anda com os vidros do carro abaixados vc está fazendo isso pra olhar as meninas na rua… enfim… confesso que está num momento muito complicado, pois acabamos por brigar.. por conta dessas coisas, e isso vai desgastando nossa relação gostaria de um aconselhamento, já pensei em um psiquiatra ou algo do genero …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: